12 de fevereiro de 2021

O que é Análise Aplicada do Comportamento(ABA)?

Análise do comportamento;
Análise experimental do comportamento;
Filosofia do comportamento (Behaviorismo).

Uma ciência que define um campo de estudo, uma disciplina e uma prática, é possível? Sim! Trata-se de ABA, ciência constituinte da Análise do Comportamento.
Os campos de estudo em ABA englobam a disciplina e a prática, sendo a prática voltada para a prestação de serviços oferecidos por analistas do comportamento e como disciplina abarca uma filosofia, o Behaviorismo radical e também duas outras ciências (EAB: Análise Experimental do Comportamento e ABA: Análise Aplicada do Comportamento).

O termo em inglês ainda confunde muita gente, pelo menos aqui no Brasil, já que nos EUA, por exemplo, ABA é aplicada com vários propósitos. Os procedimentos em ABA são responsáveis por ganhos socialmente significativos na vida de indivíduos em todo o mundo.
A ABA defende uma abordagem sistemática que atua na compreensão do comportamento de interesse social. Foram muitos os teóricos que se aprofundaram em ABA, dentre eles: Edward Thorndike, Ivan Pavlov, John Watson. B. F. Skinner.

Nos idos de 1968, Baer, Wolf e Risley definiram características da pesquisa em ABA, as chamadas dimensões da análise do comportamento aplicada. São elas: Aplicada, comportamental, analítica, tecnológica, conceitualmente sistemática, eficaz e generalizável.

  • Aplicada: o assunto representa importância para o indivíduo, comunidade e para a sociedade.
  • Comportamental: é observável, objetivamente definido e mensurável.
  • Analítica: de demonstração verossímil de que a intervenção ou variável independente, é a única responsável pelas mudanças no comportamento, ou a variável dependente.
  • Tecnológica: é tecnológica quando os procedimentos são descritos completamente para permitir a possibilidade de replicação.
  • Conceitualmente Sistemática: para que seja conceitualmente sistemática são necessárias descrições de intervenções e mudanças no comportamento que se alinham com os princípios relevantes da Análise do Comportamento.
  • Eficaz: A pesquisa é eficaz quando apresenta valor prático e significativo
  • Generalizável:  é demonstrada quando os resultados são duradouros e acontecem em diferentes contextos.

A Validade Social é também de suma importância e envolve três fatores: a importância dos itens selecionados; a adequação dos procedimentos utilizados e a importância dos efeitos demonstrados. (Wolf, 1978). As medidas de validade social combinadas com medidas objetivas permitem aos pesquisadores e profissionais mensurar a eficácia e a aceitabilidade social das intervenções. E aí nos lembramos de W.E. Deming: “Em Deus nós confiamos, todos os outros devem trazer dados”.

Não é tão simples explicar a aplicação para quem não conhece a ciência, mas vale a tentativa: no início dos estudos sobre análise do comportamento a mesma estava praticamente vinculada apenas à Psicologia, mas encontramos muitos analistas do comportamento que não são psicólogos. Mas o que é realmente importante entender é que os atendimentos ou tratamentos fundamentados na ciência ABA são individualizados, o que é incrível, pois, os sujeitos a serem tratados são ÚNICOS e que com base na função do comportamento e em evidências, consultando dados e resultados constantemente, os profissionais podem alcançar resultados notáveis em crianças com autismo, por exemplo, uma das áreas em que ABA é bastante eficaz.

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

1 comentário

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário

Sobre o(a) autor(a)
ABA +

ABA +

Produtos em destaque
Últimos artigos adicionados