10 de julho de 2019

A importância da intervenção precoce

intervenção precoce Software para Autismo software para autistas Aplicativo para Autismo Aplicativo para autistas o que é aba ABA para autismo ABa para autista Autismo Leve Autismo Severo Autismo Brasil ciência ABA aba autismo sintomas autismo lei para autistas jogos para autista programas para autista Transtorno do Espectro Autista TEA

Sempre que mencionamos intervenção precoce nos vem em mente aquela intervenção daqueles que recebem o diagnóstico bem cedo, e sim, o quanto antes melhor, mas nem sempre o diagnóstico vem com um ano e oito meses, pelo menos nem sempre no Brasil.

Isso seria o ideal, o adequado.

Ocorre que, num sentido mais verdadeiro, a intervenção precoce deveria ser entendida como intervir cedo, desse modo o conceito de intervenção e as estratégias correspondentes poderiam ser aplicadas em qualquer idade para ajudar a criança naquilo que está impedindo que ela seja tão bem sucedida como poderia ser.
Questões relativas ao comportamento como rotinas diárias, problemas com rigidez, birras, desafios com a alimentação e outras questões comportamentais que prejudiquem a autonomia, e consequentemente, a qualidade de vida do indivíduo no TEA (Transtorno do Espectro Autista).

Assim que surgirem essas dificuldades, procure ajuda.

No momento em que, um comportamento inadequado for estabelecido, busque ajuda de um profissional da ABA (Applied Behavior Analysis ¬– Análise do Comportamento Aplicada).
Muitas vezes você perceberá que é difícil resolver um comportamento difícil que está em vigor há meses, ou mais tempo.
E sim, será preciso muito trabalho e empenho de todos os envolvidos para reduzir ou substituir esses comportamentos desafiadores.
Mas o acesso ao tratamento intensivo e de comprovação científica sempre será o ideal.
O mais triste dessa realidade é que muitas famílias sequer sabem da existência da ABA, desse tipo de intervenção que poderia ajudar em vários aspectos o indivíduo com autismo.
A informação é a nossa arma mais poderosa, quanto mais aprendermos sobre autismo, comportamento e ABA, melhor estaremos equipados para lidarmos com comportamentos desafiadores.
Pois sabemos que quanto mais tempo um comportamento inadequado estiver incorporado, mais difícil será a intervenção.

Gostou? Envie para aquela pessoa que precisa ler isso.
Conheça também nosso sistema ABA+, software para integração e supervisão de terapias de pessoas Transtorno do Espectro Autista (TEA).

Compartilhar

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário

Sobre o(a) autor(a)
ABA +

ABA +

Produtos em destaque
Últimos artigos adicionados